Escute o jingle da larco
parar

Mundo Larco

Aqui você encontra todas as novidades e fica por dentro de tudo que acontece na nossa empresa. São eventos, confraternizações, ações internas, parcerias e campanhas que fazem parte do nosso dia a dia, para você acompanhar através do nosso site o universo de quem trabalha e colabora para o crescimento da Larco.

8 de novembro de 2013
Estamos de olho na sua carga.

O transporte de combustível é uma carga muito valiosa e que representa alguns riscos, caso não sejam tomados alguns cuidados básicos. Para isso, foi criado o serviço de monitoramento e rastreamento de frotas via satélite, que serve para monitorar os equipamentos que prestam serviço a Larco  desde o momento do carregamento até a descarga no cliente final.  Diferente do que acontece na maioria das empresas, onde este serviço fica a cargo da transportadora, na Larco foi criado um sistema próprio de controle que facilita a comunicação e garante a entrega do produto.

A principal transportadora da empresa e que também faz parte do grupo, utiliza o sistema de rastreamento que funciona através de GPS. Um equipamento parecido com uma antena de celular fica instalado nos veículos e manda os sinais com a localização precisa da carga. A medida que o carro vai se deslocando,as informações aparecem na central de segurança, atualizando os técnicos que ficam na logística sobre todas as entregas, paradas ou desvios de rotas. A equipe da central também pode orientar os motoristas sobres possíveis problemas na pista ou com dificuldades para encontrar o local da entrega.

O rastreamento além de saber o trajeto dos veículos, sabe também a quilometragem que o motorista está fazendo, a velocidade de deslocamento ou até se está parado fora do lugar por muito tempo. O maior objetivo disso tudo é a segurança da carga, inibindo alguns tipos de problemas e antecipando possíveis outros. Por exemplo, se a central verificar um desvio de rota, ela entra imediatamente em contato com o motorista e procura saber o motivo. Em caso de roubo, a carga é imediatamente localizada, facilitando a sua recuperação. Do mesmo modo, se uma entrega atrasar, o cliente pode entrar em contato com Larco e saber o motivo, facilitando um melhor controle de logística dos dois lados. E por uma questão de segurança, somente os funcionários da Larco tem acesso as informações de deslocamento do produto.

 

22 de outubro de 2013
Caneca na mão e um passo a frente.

Quantos copinhos descartáveis você usa por dia? Perdeu as contas? Para você ter uma ideia, a Larco consome 280 copos descartáveis por dia. Sem contar o expediente dos sábados, isto dá 1400 copos por semana, 5600 copos por mês, 67200 copos por ano! Deu para perceber a gravidade? Todos os copinhos ou até canudos que você já usou durante toda a sua vida ainda estão por aí.

Pensando nisso a Larco iniciou uma campanha para o uso consciente de copos descartáveis, estabelecendo um novo conceito para a empresa: usar copos descartáveis é gerar lixo sem necessidade!

Uma mudança de atitude foi proposta, e canecas personalizadas com a marca da empresa forma distribuídas  para todos os funcionários, assim será possível diminuir significativamente a quantidade de lixo produzido  durante o dia. Os copos plásticos só vão deixar de ser um problema para a natureza quando houver uma mudança de comportamento de quem usa o produto. Consumir conscientemente significa atentar para os efeitos que este ato acarreta ao meio ambiente e a toda a humanidade.

Entenda porque reduzir

Nas últimas décadas o copo descartável passou a ser amplamente consumido devido à praticidade, higiene e preço baixo, mas este uso diário tem representado um grande problema para o meio ambiente.

O destino desse tipo de material é o lixo comum, pois não existe reciclagem para copos descartáveis, e sua decomposição na natureza leva séculos (de 200 a 450 anos). Isto porque o plástico comum é um material sintético feito a partir de derivados do petróleo e nenhum microorganismo é capaz de digeri-lo.

De acordo com um relatório do Programa Ambiental da ONU, os produtos plásticos, como garrafas, sacos, embalagens de comida, copos e talheres, formam a maior parte do lixo encontrado no oceano. Em algumas regiões, esse elemento corresponde a 80% do lixo marinho.

Leve essa idéia com você:

– Em casa, opte pelos copos de vidro.  Em caso onde não há jeito de fugir do descartável, você pode optar por copos de papel, que também tem seus impactos, mas são mais fáceis de passar pela reciclagem.

– Use os squeezes, que são mais duráveis do que as garrafas plásticas, mas cuidado: ambos podem liberar uma substância chamada bisfenol A, que faz mal à saúde. No mercado existem produtos sem este composto.